3 de jun de 2010

Banho de sol


Felipe tinha alugado uma casa com quintal porque gostava muito de sol. Só que trabalhava demais e o emprego era longe de casa. Por isso saía antes do alvorecer e só chegava quando já era noite. Mas toda quarta-feira ele acordava ainda mais cedo. Em plena madrugada, sempre antes do banho, ele arrastava sofá, mesa, cadeiras, cama e criado-mudo até o quintal. Sentia-se mais tranquilo ao lembrar que, enquanto enfrentava o ar-condicionado da empresa, os móveis da casa desfrutavam um belo banho de sol.